25 de fevereiro de 2015

De Mochila pela Eslovênia: Ljubljana!

Setembro/2013

Para chegar até Ljubljana, eu e meu amigo saímos de trem de Milão até a cidade de Trieste, na Itália. De lá, pegamos um ônibus e em 1h30 chegamos em Ljubljana.

A capital e a maior cidade da Eslovênia é lugar agradável, cheio de história e com pessoas amigáveis.



Nos hospedamos no Zeppelin Hostel, que tem uma ótima localização. É próximo ao centro histórico, a rodoviária e a estação de trem. 

Assim que chegamos na rodoviária, a primeira coisa que fizemos foi verificar os horários e os preços de trem para a Áustria, que era o nosso próximo destino. Eu já havia pesquisado antes de viajar e encontrei pela internet alguns trens com preços viáveis.

O atendente queria nos vender uma passagem absurdamente cara! Fiquei batendo na mesma tecla (de que havia trem mais barato) até que ele disse que iria "verificar" outras passagens e, claro, ele encontrou! Mas os horários que vi na internet, não existiam! 

Só havia um horário e era as 16h00. A ideia era viajar durante a noite para ganharmos tempo e pela internet você consegue visualizar trens saindo a noite para Viena. 

Mais uma lição, nunca confiem em todos os itinerários consultados pela internet! E prestem bem atenção quando forem comprar passagens, em alguns casos, eles  vão tentar te empurrar o ticket mais caro!

Resultado: tivemos que reservar uma noite a mais em Viena e perdemos meio dia em Ljubljana.

Passagens compradas, é hora de explorar a cidade, que é uma graça!





Andamos pelo centro histórico e visitamos alguns pontos turísticos até anoitecer. 

O símbolo da cidade é um dragão e a Dragon Bridge é um dos principais pontos turísticos de Ljubljana.

Construída entre 1900 e 1901, também foi a primeira ponte pavimentada da cidade.

Falando em dragão, compramos em uma loja de souvenir uma bebida chamada "Tears of the Dragon", fabricada pela loja. A bebida é uma delícia e tem 40% de álcool. Recomendo!!! :D

Em algumas ruas antigas da cidade, você encontra varal com vários sapatos pendurados. Com certeza alguém já viu algo parecido por algumas ruas do Brasil, só que em Ljubljana  isso acabou virando algo turístico!

Ninguém sabe ao certo a história desses sapatos. Os locais dizem que não havia nada pendurado alguns anos atrás, por isso não existe uma história por trás desses varais de chulé...

Fui pesquisar alguma informação na internet e não encontrei nada, além de um blog de outro viajante com uma explicação sobre isso.

Segundo as informações que ele adquiriu de uma comerciante de uma das ruas, ela foi a primeira a pendurar o sapato e conseguiu vários clientes para sua loja (que por coincidência, ou não, ela tem uma sapataria). Logo depois foi um advogado, que pendurou seu sapatinho e consequentemente conseguiu um emprego, o mesmo aconteceu com uma bailarina e assim por diante. 

Gostaria muito de saber a verdade por trás desses sapatos! Eu deveria ter deixado meu tênis por lá, perdi a chance de acordar rica em Viena...





Depois de um final de tarde com direito a várias fotos, fomos procurar um lugar para tomar uma cerveja.    

Encontramos um bar com o nome de Hijo de Puta. Nada mais, nada menos do que o bar de um argentino, que virou nosso amigo. Por conta disso, ele nos deu uma bebida tradicional eslovena de presente! Adoro essas amizades durante as viagens!... :D
Do lado direito eu e o Elder com as bebidas que ganhamos e do lado esquerdo, eu e o Argentino
Andando pelas ruas da cidade, encontramos um grupo de brasileiras. Elas foram para Europa com os maridos e chegando lá, os homens alugaram motos e seguiram viagem com mais emoção e elas viajavam entre ônibus e trem. Se encontrariam com os maridos somente no dia de voltar para o Brasil. Senhoras super legais e que falam mais do que eu... (aguardem, elas aparecerão em outro post...)

Algumas fotos da cidade a noite...


No dia seguinte, fomos visitar o Ljubljana Castle. Construído em meados do século XV, pouco se resta da estrutura original. Durante a visitação, você pode assistir um vídeo que conta toda a sua história e modificações nas estruturas ao longo do tempo, é bem interessante.

Outra visita interessante é a exposição das prisões. A exposição inclui várias celas construídas entre 1868 e 1895, objetos originais da época e uma apresentação da vida dos prisioneiros. Você também pode visitar museus, lojas e restaurante.

Além de tudo isso, o castelo oferece uma vista fantástica da cidade! 





Antes de sair do Ljubljana Castle, o Elder se concentrou.

Tirou uma moeda do bolso, lentamente. 

Olhou para o poço dos desejos com esperança. 

Olhou para moeda com aquele olhar de "agora é com você!". 

Se concentrou mais um pouco. 

Fez o pedido para o "Lord of the Coins".

Eu tirei a foto.

Ele atirou a sua moeda no poço. 

- e eu com fome esperando ele fazer tudo isso...-


Saímos do Castelo e fomos direto para uma feira. Aproveitamos para provar um prato típico que, por favor, não me pergunte o nome! Só sei dizer que  tem mais consoantes do que vogais, batata, linguiça e é uma delícia!
Partimos para Viena em uma longa jornada de trem! Adoramos conhecer Ljubljana. Para quem tem a cidade na lista de visita, por favor, agenda mais dias no país! Tem várias cidades interessantíssimas ao lado da capital para se conhecer!

Partimos para Viena, mas deixando em Ljubljana o nosso recado:

Leia também:

- De Mochila pela Itália (3ª vez!): Trieste em algumas horas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário