20 de abril de 2013

De Mochila pela Romênia... a terceira vez!: Sinaia - Transilvânia


Pois é, lá vou eu pela terceira vez visitar a Romênia!

Desta vez foi para as festas de final de ano: natal e ano novo.

Mas não vou entrar em detalhes sobres os lugares que eu já visitei, vou direto a novidade da vez: o Castelul Peleş (se lê Pelechi).

Sinaia é uma cidade linda no meio das montanhas na região da Transilvânia.
www.demochilapelaeuropa.blogspot.com

18 de abril de 2013

De Mochila pela Itália, again - parte 1: Bergamo em um dia!


Essa foi a minha segunda aventura pela Itália, mas desta vez visitei as cidades de Bergamo e Milão.

A ideia de voltar para Itália foi para visitar um grande amigo do Brasil que atualmente reside em Milão. O Elder, assim como eu, resolveu respirar um pouco do ar europeu e saiu de Ribeirão Pires para Milão!! :)

Os voos da Ryanair, que saem de Dublin, vão direto para o aeroporto da cidade de Bergamo. Para chegar até Milão, você tem duas opções: ir de trem ou de ônibus fretado. Ônibus urbanos saem com frequência do aeroporto para a estação de trem e os fretados saem direto do aeroporto para Milão.

Chegamos em Bergamo e o Elder já nos esperava por lá. Foi muito bom rever um grande amigo!

De Mochila pela Itália, again - parte 2: Milão


Dia 01

Chegamos a noite em Milão e como andamos o dia todo em Bergamo - com as mochilas nas costas - fomos direto para o hotel.

Nos hospedamos no Hotel Ca'Grande. Fica longe das principais atrações, mas é barato, simples e próximo a estação de trem e metro. Para falar a verdade não gostei muito do local, nada demais, só achei estranho.

Milão é uma cidade grande e só. É bonita, mas prefiro visitar vilas medievais, como Bergamo por exemplo! :)

Nos encontramos com o Elder no metro e fomos conhecer a cidade. A primeira parada foi no Duomo.

O Duomo é a Catedral de Milão. Em estilo gótico, tem 157 metros de comprimento e 109 metros de largura. A catedral tem mais naves do que os Flashmans!(Dãã!) O interior tem cinco naves com 45 metros de altura, dividias por 40 pilares e um transepto com três naves.

11 de abril de 2013

De Mochila pela Grécia! - parte 1: Introdução

Primeira dica: uma semana na Grécia não é suficiente para quem é amante de história, como eu.

Confesso que fiquei louca para passar mais de uma semana neste país incrível, mas o tempo curto não me permitiu. Um dia voltarei para desbravar o resto do país. :)

Vou dividir o post "De Mochila pela Grécia" em várias partes para leitura não ser cansativa. Tenho várias fotos interessantes para colocar, muitas dicas e histórias para contar.

No post de introdução, vou deixar algumas dicas e falar sobre a culinária grega, responsável pelos meus quilos a mais. A comida é deliciosa e o tempero muito parecido com o tempero brasileiro, o que me fez soltar os freios.

Meu voo saiu de Dublin (Irlanda) pela Aer Lingus, que estava com uma ótima promoção.

Para voltar, saímos de Creta. Compramos o vôo pela Ryanair de Chania para Londres. Lá pegamos outro vôo até Dublin. Essa farofa toda foi porque o vôo direto de Creta para Dublin estava absurdamente caro.

De Mochila pela Grécia - parte 2: Atenas!

Dia 01 (quer dizer, noite):

Fizemos o check in no hotel, largamos as malas em cima da cama e fomos conhecer a cidade. Aproveitamos para jantar e curtir um pouco do calor, que há muito não sabia como era!

De Mochila pela Grécia - parte 3: Delphi!

Dia 03:

Acordamos cedo e seguimos para o Terminal B de Atenas.

A cidade tem dois terminais de ônibus e um fica distante do outro e os dois ficam distantes de Plaka!

Se você quer sair de Atenas, primeiro você precisa saber de qual terminal sai o ônibus para seu destino. Fizemos a pesquisa no Hotel e já saímos de lá para os terminais corretos.

Para chegar até o Terminal B: Pegar a linha vermelha do metro da Acrópoles, Syntagma ou Omonia para Atiki. De lá, pegar qualquer ônibus e descer na parada Praktoria.

Nosso destino foi a cidade de Delphi. A passagem custou €15,00 com retorno e a viagem dura em torno de três horas, por este motivo saímos bem cedo de Atenas para aproveitar bem o dia.

O motivo da visita a cidade de Delphi: o Templo de Apolo. O ônibus nos deixa próximo as ruínas que ficam na entrada da cidade.

Construída em uma grande encosta, Delphi era conhecida como a cidade dos Jogos Píticos e pelo grande famoso oráculo que ficava no templo de Apolo. Chegou a ser conhecida pelo mundo como o centro do universo.


De Mochila pela Grécia - parte 4: Corinth!

Dia 04:

Madrugando mais um dia e desta vez o destino foi a cidade de Corinth. O que fazer lá? Visitar o grande canal e as ruínas de Acrocorinth.

Como chegar até Corinth saindo de Atenas:o ônibus para Corinth sai do Terminal A. Para chegar ao termina, é preciso pegar outro ônibus na Omonia Square. A viagem leva em torno de uma hora e o ônibus te deixa na ponte do grande canal.

A ideia de abrir um canal foi inicialmente de Nero no ano de 67. Nero ordenou seis mil escravos escavarem a região usando uma PÁ cada um... ¬¬ Faz me rir, Nero!

O canal tem 6.3 km de comprimento e 21m de largura, foi construído entre 1881 e 1893.


De Mochila pela Grécia - parte 5: Creta - Heraklion e Knossos!

Dia 05:

Saímos de Atenas bem cedo. Fomos para Creta de avião com a empresa grega Aegean Airlines. O voo dura menos de trinta minutos até a cidade de Heraklion,  capital de Creta e nosso primeiro destino na ilha.

Nos hospedamos no Kronos Hotel. Muito bom e super barato, além da ótima localização: em frente ao mar!

Essa foi a vista da janela do meu quarto no hotel:


De Mochila pela Grécia - parte 6: Creta - Rethymnon!

Dia 06:

Bem cedo, pegamos o ônibus e fomos para cidade de Rethymnon.

Há dois terminais rodoviários em Heraklion. Um fica próximo ao porto e outro fica um pouco depois do centro da cidade. Os destinos na ilha são divididos entre os dois terminais.

Ao chegar em Rethymno, foi o belo mar que nos deu as boas vindas!


De Mochila pela Grécia - parte 7: Creta - Chania!

Dia 07 - Kolimbare e Ag. Marina:

Chania, na minha opinião, foi o lugar mais lindo que eu visitei em Creta. Sei que há lugares maravilhosos na ilha, mas até onde eu cheguei, Chania é de tirar o fôlego!

Nos hospedamos no Kriti Hotel, ótima localização e com uma praia linda bem ao lado.

Primeiro fomos conhecer as praias próximas a Chania. De ônibus fomos até Kolimbare e Ag. Marina.