31 de janeiro de 2012

De Mochila pela Suécia: Aeroporto de Estocolmo - Skavsta

27/09/2011

Não me recordo que horas chegamos ao aeroporto de Skavsta, mas foi uma longa viagem até lá.

Passamos pela imigração, carimbaram nosso passaporte, procuramos um centro de informações turísticas, fomos bem recebidos e pegamos o mapa super empolgadas! Era nosso último destino antes de voltar para Dublin.

Na verdade, a Suécia entrou no nosso roteiro por acaso. Não conseguimos passagem para Dublin de Barcelona ou de qualquer outro país que visitamos, invertemos nosso roteiro várias vezes e não encontramos passagem. Foi aí que a Suécia entrou, como uma conexão, tanto que nosso vôo para Dublin estava marcado para as 20h20 do mesmo dia.

De Mochila pela Espanha: Girona e Barcelona!

Girona

24/09/2011

Chegamos no aeroporto de Girona no dia 24/09 por volta das 23h30. Do aeroporto tem transfer que vai para o centro de Girona e também direto para Barcelona, mas como decidimos conhecer a cidade, ficamos em Girona naquela noite.

Pagamos o valor de 2,00 e o ônibus vai direto para a Bus Station e por sorte, nosso hostel foi próximo dali.

Reservamos no Equity Point Girona. Um hostel super bacana, limpo e com uma ótima localização. Como chegamos tarde, resolvemos descansar para começar o dia bem cedo.

25/09/2011
Acordamos e deixamos as malas prontas. Passamos apenas um dia em Girona e na parte da tarde embarcamos para Barcelona.

Girona é uma cidade linda! Vale a pena ficar um dia para conhecê-la. Também é uma cidade medieval "quase" murada, pois o muro não chega a fechar a cidade como em Provins.

29 de janeiro de 2012

De Mochila pela França: Paris e Provins!

Paris – Primeiro dia!
22/09/2011
Depois de uma noite de descanso merecida, acordamos cedo e nos preparamos para nosso próximo destino: França.
Para falar a verdade, eu nunca tive interesse em conhecer Paris. Quero muito conhecer o sul da França, mas posso dizer que Paris me surpreendeu. Logo de cara achei uma cidade bonita e até moraria lá.

Chegamos no Beauvais Airport por volta das 10h00. O aeroporto fica aproximadamente 1h30 de Paris e a única opção de transfer é no valor de €15,00 - sem descontos! Ida e volta €30,00! O ônibus segue direto do aeroporto para a estação de metro Porte Maillot.

Reservamos com o Vintage Hostel. Foi um dos melhores hostel que ficamos no mochilão. Próximo ao metro Anvers e a Sacré-Coeur.
Fomos até a estação Porte Maillot e compramos o bilhete de turismo. Você pode utilizá-lo durante todo o dia (depende da opção da sua compra, nós optamos por um dia) em toda a zona turística de Paris. Conhecemos tudo de metro, muito fácil!
Quando fui passar pela catraca, meu bilhete falhou. Fiquei tentando várias vezes e nada. Uma senhora que estava passando na catraca ao lado me chamou para passar com ela. Achei incrível a simpatia dessa senhora, ela me ofereceu ajuda e se arriscou, porque passei na catraca ao mesmo tempo que ela. Percebemos ai que os franceses não são tão caretas e chatos como ouvimos antes.

Chegamos no hostel, arrumamos nossas coisas e fomos aproveitar o dia.

Nossa primeira visita foi ao Arco do Triunfo. Paramos para tirar algumas fotos do lado fora e depois seguimos para a Torre Eiffel.
Descemos em uma estação errada, na Passy. Lá descobrimos um cenário do filme A Origem.




22 de janeiro de 2012

De Mochila pela Itália - Parte II: Veneza em um dia!

21/09/2011


Chegamos em Veneza por volta das 05h30 da manhã. Nosso trem foi direto para a estação Venezia Santa Lúcia.
Escolhemos um hostel (que na verdade é um camping) bem próximo ao aeroporto, isso nos pouparia tempo e dinheiro, já que o próprio hostel tem transfer para o centro de Veneza.

Essa ERA a nossa ideia. Alguns dias antes de sair para o mochilão, o hostel entrou em contato comigo para avisar que eles nos transferiram para um outro camping do mesmo grupo, porque o que tínhamos reservado estava com problemas e entraria em reforma naquela semana.

Perguntei para a atendente do Hostel se o novo endereço se localizava próximo ao aeroporto, porque essa era a nossa intenção: NÃO GASTAR COM TÁXI. Com muita simpatia ela respondeu que sim.
Saímos da estação de trem e caminhamos até a Piazzale Roma e pegamos um ônibus até o aeroporto. De lá iríamos até o hostel a pé, mas descobrimos que o hostel estava bem longe e que essa brincadeira nos rendeu €90,00 de táxi.... ¬¬

Enfim chegamos, tomamos o café da manhã e fomos arrumar nossas coisas. O camping é bem legal, tem piscina, é bem limpo, frigobar nos quartos e uma cozinha grande com um mercadinho.
A van do hostel nos levou até a estação do People Mover, um bonde que nos transporta até a  Piazzale Roma . Foi lá que iniciamos nossa caminhada.

De Mochila pela Itália - Parte I: Roma em um dia!

20/09/2011

Para quem não gosta de história e ruínas um conselho: não vá para Roma.

A cidade é uma grande ruína. Para todos os lados que você olhar, você verá rastros da história. Já ouvi muitos comentarem que é uma cidade feia, que não tem nada para fazer, é tudo velho (isso é verdade, é uma cidade histórica) entre outras coisas.
Eu amo ver a história ao vivo, ou melhor, o que sobrou dela! Ter esse choque entre passado e presente, poder tocar e me fazer milhares de perguntas. Eu amo isso e é essa minha curiosidade eterna que me leva para esses lugares.

E para quem não gosta, a melhor coisa é procurar outro destino. Fica a dica! ;)
Depois de uma longa noite no Stansted Airport, chegou a hora de embarcar para Roma. Durante toda a noite a preocupação era com as mochilas. Depois de várias horas organizando no tira e põem, tudo deu certo! Tamanho e peso aprovados!

Chegamos em Roma por volta das 10h00. Tínhamos apenas um dia para conhecer cidade. Sem perder tempo, pegamos o transfer no valor de €4,00 do aeroporto até a estação Termini Central.

Deixamos as mochilas na própria estação. O valor do guarda volumes é cobrado de acordo com o tempo de permanência da bagagem. Não me lembro o quanto pagamos, mas deixamos praticamente o dia todo e não foi caro.

Procuramos um ponto de informação turística, pegamos um mapa e compramos o ticket do Hop on- Hop off, é a melhor maneira para se conhecer os principais pontos turísticos de uma cidade quando seu tempo é curto.

Pagamos €25,00 no “biglietto” que da o direito a utilizar dois ônibus: o 110open, que circula dentro do centro e o Archeobus, que vai até as ruínas  mais afastadas.

Próximo a estação de trem tem uma parada do 110open e foi lá que iniciamos o nosso day tour.

A primeira visita foi ao Coliseu.


14 de janeiro de 2012

De Mochila pela Inglaterra e País de Gales

(17, 18 e 19/09/2011) 

Londres  - 17/09

Não conseguimos dormir! Sempre que faço uma viagem fico tão ansiosa que não consigo dormir, sem contar que demoramos praticamente a noite inteira para arrumar as mochilas.
Quando decidimos descansar, o taxista me enviou uma mensagem dizendo que estava nos esperando na porta de casa. Nosso voo para Londres estava marcado para 06h25.

Chegamos cedo ao aeroporto e fomos tomar um chocolate quente em um bar super famoso... pelo seu nome.
Tomei lá... mas foi um chocolate quente! ^^
Escolhemos o pouso no Stansted por ser mais barato, porém fica a quase uma hora de Londres.  Usamos o transfer da empresa Terravision.  Compramos o ticket de ida e volta por £ 15,00 e ônibus vai até a Liverpoll Street Station.

MIND THE GAP! MIND THE GAP! MIND THE GAP! chega a ser irritante... ¬¬

Primeiros dias da Solange em Dublin

(15 e 16/09/2011)
A Sô teve sorte ao chegar em Dublin. O tempo estava ótimo e até fez um calorzinho!
Foi aquela correria! Eu me confundi nas datas e me esqueci de pedir holiday no dia correto. Fui buscá-la no aeroporto, deixamos a mala em casa e tive que voltar ao trabalho.
Como a viagem foi cansativa, optamos por apresentá-la a cidade no dia seguinte.
Andamos pelo centro de Dublin e aproveitamos para fazer algumas comprinhas para nossa viagem de dez dias.

8 de janeiro de 2012

Era uma vez a Solange de mochila pela Europa!

Uma grande amiga do Brasil veio me visitar em Setembro/2011. Foi bom demais recebe-la aqui, até mesmo porque não ficamos só na Irlanda, viajamos por seis países, quer dizer, cinco países e meio... ¬¬ (a explicação virá no post do nosso último destino).

Nós brasileiros não necessitamos do visto de turismo para viajar pelos países da Europa. Em contato com o consulado irlandês no Brasil, eles solicitaram apenas uma Carta Convite para que a Solange apresentasse na imigração.

Abaixo o modelo simples de uma carta que eu usei, baseada em informações de um post do site E-Dublin:

Ireland Immigration Inspector

Sete, Oito, Nove, Dez, ONZE meses depois!

Olá Pessoal!

Há muito tempo eu não posto nada no blog, mas enfim, agora estou de volta e vou tentar atualizar em um só post as novidades atrasadas dos últimos cinco meses:
 - Com sete meses na ilha, a minha amiga Solange veio me visitar! Viajamos por seis países e tenho muita história legal para relatar, mas ficará para o post sobre a viagem.

A Sô esteve aqui durante quinze dias  e aproveitamos o máximo que pudemos. Foi muito bom recebe-la!
- Oito meses: Viajei mais uma vez! Fiquei uma semana na Romênia e conheci a famosa região da Transilvania. Mais novidades no post sobre a Romênia.