2 de fevereiro de 2011

PPS Number e o primeiro passeio pelo centro

Ontem acordamos e fomos andar pelo nosso bairro. Uma voltinha pelo quarteirão para conhecer a vizinhança.
Vista da janela do nosso quarto

 

Em seguida fomos para SEDA, tínhamos marcado as 14h00 para sairmos com um pessoal e providenciar o PPS Number. É um documento como o nosso CPF, obrigatório para abertura da conta corrente e para trabalhar legalmente no país.
Fomos para a estação do Luas próximo a escola e seguimos em direção ao centro. A passagem do Luas custa € 1,80 e você paga uma só vez se for utilizar a mesma linha durante todo o dia. Não há catracas, você compra o bilhete na estação através de maquinas e somente com moedas. Entra no trem e “se” um fiscal aparecer, você mostra o bilhete. Em São Paulo não funcionaria assim jamais, hehe.
Chegamos ao local da solicitação do PPS as 15h30, ficamos um pouco mais de uma hora aguardando o atendimento.
Não é necessário pagar os € 150,00 no dia da solicitação, somente na retirada do documento e o pagamento é efetuado somente com cartão.
Saímos de lá e fomos comprar chip e telefone celular. Fiquei feliz por não ter que gastar muita grana, comprei apenas o chip da Vodafone. Você paga € 30,00, sendo que € 10,00 é o valor do chip e € 20,00 de recarga.
A Vodafone tem promoções como falar para a mesma operadora de graça por 30 dias e as ligações para o Brasil (ou qualquer país) custam € 00,09 o minuto.
No Brasil, comprei meu aparelho desbloqueado e isso foi ótimo, porque consegui utilizar o mesmo aqui em Dublin. Gastei somente com o chip!
Entramos em uma galeria para cortar caminho até a  O’ Connell  e ir a loja Penneys. Eu e a Clarissa entramos primeiro na galeria, o pessoal entrou um pouco depois. Começamos a andar e um ser vem em nossa direção. Quando ele passa por nós, vira para minha pessoa e diz “brasileira!” e continua andando!
Fiquei bege! Como será que ele descobriu??? (sarcasmo)
Passamos na Penneys (sim meu povo, se lê “penis” mesmo) rapidinho para eu comprar um kit de sobrevivência.
Realmente a loja tem roupas muito baratas! Hoje vamos com mais calma para terminar as compras do kit de sobrevivência e para conhecer outra parte do centro também.
Voltamos a pé do centro até onde moramos, Dublin 8. Foram vinte minutos de caminhada, mas valeu a pena. Passamos pelo Temple Bar, um bairro cheio de pub´s e muito bonito. Em uma das paredes no Temple Bar, uma guitarra presa bem ao alto, é nada mais do que a guitarra de Hendrix, posta ali pelo Bono Vox do U2. Vou descobrir o porquê e conto depois.
Passamos também pela igreja de St. Pratick, uma construção maravilhosa! Pretendemos visitá-la hoje.
Havíamos combinado de ir a um pub com um pessoal que conhecemos ontem, porém, descobrimos que é um pub que freqüentado apenas por brasileiros. Sendo assim, decidimos ficar em casa e tomar cerveja com o pessoal por aqui. Nossa idéia é colocar em pratica o inglês e não queríamos pagar € 8,00 para falar português.
Detalhe, a cerveja Tuborg é irlandesa! Ohhh que massa, cerveja irlandesa! Mas é considerada uma Skin da Irlanda, hehehehe, mas garanto que é bem melhor!
Até mais!

Um comentário:

  1. Esse blog está começando a ficar muito legal.
    As novidades são tantas que tu até esqueceu o frio, garanto.

    Boa Irlanda pra tu! :)

    ps. caminhar 20 minutos é muito pouco, vamos aumentar isso!

    ResponderExcluir