27 de fevereiro de 2011

Você Sabia? (parte II)

 - Sim, existe leite condensado por aqui! Se chama Carnation e é da Nestle. Está em um canto bem escondido no mercado, não é como no Brasil que tem uma prateleira só para isso.

26 de fevereiro de 2011

Bray, até que enfim!


Eu já comentei que sábado é dia de sol em Dublin. Estou chegando a conclusão de que isso é fato,  acordamos hoje e o dia estava maravilhoso! Tirando os 5°C com muito vento, o dia estava lindo.
Decidimos ir para Bray, até que enfim. Havíamos combinado várias vezes e nunca dava certo, mas hoje conhecemos a primeira praia irlandesa.

Happy Birthay to you! (parte I)

Ontem foi aniversário da Luciana! A comemoração começou na terça-feira, na Diceys’s Pub. Nos encontramos com alguns amigos e aproveitamos a promoção de toda terça: qualquer bebida por € 2,00!
Foi uma noite bem divertida e interessante, para todas nós. :D

21 de fevereiro de 2011

O que você come em Dublin? (parte II)

Cada hora dedico um post a alguém, hehe, acho que vai ser assim durante um ano. Enfim, este post eu dedico a minha irmã mais nova, a raspinha da família Meiri.

Toda vez que viajo ela sempre me pergunta "e o chocolate, como é?". Bom, é óbvio que ela perguntou sobre os chocolates que comi aqui na Irlanda.

19 de fevereiro de 2011

Mais um sábado de sol...

Estou começando a amar os sábados em Dublin. Chove a semana inteira, mas quando o sábado chega, o sol aparece firme e forte. Sendo assim, sábado é o melhor dia para visitar pontos turísticos em Dublin.
Hoje a programação seria ir até Bray. Tudo correu super bem até chegarmos na estação de trem próxima a nossa casa e descobrirmos que não sai trem para Bray daquela estação.
Da estação de Heuston, saem trens para outras regiões da Irlanda. São aqueles trens chiques e um pouco caro. Como já estava tarde, não dava tempo de ir até a estação no centro

The Temple Bar

Sexta feira, um dia chuvoso, com vento e muito frio, ou seja, um típico dia irlandês. Como não tenho aula nas sextas, fiquei hoje em casa sem fazer praticamente nada.
A tarde, decidimos sair. Fomos até o pub que chamamos de Australiano (e que não sabemos o nome até hoje...). O movimento estava fraco e o ambiente não estava legal. Saímos de lá e fomos para o Temple Bar, onde há vários pubs’s que não cobram entrada.

18 de fevereiro de 2011

Find a Job...

Depois que toda documentação estiver pronta (PPS e GNB), uma das coisas mais importantes a fazer é procurar um emprego, até mesmo porque é muito difícil conseguir um sem seu visto.
A confecção do currículo é simples, porém é necessário acrescentar informações como nacionalidade, idade e se preferir atividades extras, como por exemplo, curso de teatro etc. Pode não parecer, mas ajuda em algum trabalho relacionado a entretenimento. Se possível, expor todas as informações em uma única folha e com linguagem formal.

16 de fevereiro de 2011

Terça-feira...

Ontem, terça-feira, fomos conhecer um Pub chamado Diceys. Na verdade só eu e a Clarissa não conhecíamos ainda. O bar é bem legal e tem ambiente interno e externo. Ambiente externo com aquecedor!
Toda terça, qualquer comida e bebida na Diceys custa € 2,00 e a entrada é franca até as 7pm.

14 de fevereiro de 2011

Um momento de descontração...

Essa foto é em homenagem aos meus amigos do Brasil. Não importa onde estamos, mas se tem uma maquina fotográfica, temos que tirar uma foto com cara de camelo. Eles são ótimos nisso, mas eu sou simples amadora, hehe.

Eu e as meninas daqui de casa fizemos o primeito "Camelus Tapirus" internacional! Essa é para vocês meninos!!


Beijos!

13 de fevereiro de 2011

O que você come em Dublin?

Essa foi a pergunta que minha amiga Pricaxu (Priscila) me fez ontem a noite. Ela queria saber como é a minha refeição em Dublin. Já adianto, é bem diferente da minha refeição quando estava no Brasil.
Aqui se consome muita comida industrializada, o que não é nada saudável. Mas comidas saudáveis são muito caras, legumes, frutas, verduras. Aqui procuramos balancear para não consumir apenas as industrializadas.
Geralmente compro sopa, pão de forma, suco de caixinha, atum e alguma comida congelada. Compro sempre cenouras, brócolis, alface e tomate para balancear.
Fotografei algumas coisas que tenho no meu armário, para vocês terem uma idéia do rango que consumimos:
- Sempre levo uma maçã e uma barrinha para o lanche da tarde na escola. Essas barrinhas, compramos em uma loja chamada “2 Euros”, é como se fosse lojas de R$ 1,99 no Brasil. Comprei duas caixas com nove barrinhas por € 2,00!
- Não sou muito fã de pão de forma no Brasil, mas esse daqui é muito bom! Faço torradas no café da manhã e para almoço, torro, passo margarina e coloco tomate temperado com salsinha, fica muito bom! Em italiano se chama Bruschetta (nome bem estranho....)
- No café da manhã como minhas torradas com suco de maçã, chá ou esse iogurte, super barato e muito bom. Não vivo sem chá, então já comprei uma caixa grande que vai durar por um bom tempo.
- Nas principais refeições como sopinha ou arroz semipronto com alguma comida congelada. Quando enjôo da sopa ou do arroz, faço a bruschetta.
Tem muita promoção de comida congelada no supermercado Tesco. Por exemplo, o frango que está na foto acima custou € 9,00 três bandejas. Compramos em três.
Pronto Pricaxu!  Estão ai as minhas refeições! Agora sinta muito orgulho da comida brasileira, nós comemos muito bem e só damos conta disso quando saímos do país. No Peru mesmo já havia chegado a essa conclusão!
Mil Beijos!

12 de fevereiro de 2011

Dublin em um lindo dia de sol

Hoje acordei com o sol berrando meu nome. Não pude deixar de atende-lo, pois é muito difícil encontrá-lo em Dublin.

Peguei minhas coisas e saí sem rumo. Embora a combinação perfeita do sol e o céu azul, o frio continuou firme e forte. Quando saí, os termômetros marcavam 7°C, o que para mim se resume a muito frio.

Passando pela Thomas Street tive a certeza de que camelôs não existem somente no Brasil. Nas calçadas haviam bancas de frutas, perfumes, chocolates, roupas entre outras coisas. Uma típica mini 25 de Março.

Saindo da Thomas Street e entrando na High Street, passei pela torre da St. Audoen’s, uma bela construção. Não entrei, quero fazer isso com muito mais calma. Tirei algumas fotos da rua mesmo, mas já da para imaginar como deve ser por dentro. Quero conhecer também a Church of St. Jones the Evangelist, que parece mais um castelo do que uma igreja.
Mais a frente a bela Christchurch, outra construção maravilhosa, mas só passando também. Aproveitei e tirei algumas fotos pelo lado de fora. 
Descendo a Lord Edward Street, vi uma feira em uma das ruas que da acesso ao Temple Bar. Uma feira fantástica com frutas, artesanatos, comidas entre outras coisas. Não consegui me conter nos artesanatos e comprei algumas coisinhas.
Andei por toda feira que acontecia pelo Temple Bar até encontrar uma “dupla de rock”. Achei fantástico, porque eram dois garotos tocando super bem e com muitas habilidades. Um deles, além da guitarra, cantava e tocava “bateria”!! Na página video vocês podem entender o que estou falando.



Saí do Templo Bar, passei pela Ha’ Penny Bridge e depois subi pela Barchelors Walk até a O’Connell.

Fui até a Henry Street, o calçadão do comércio. Lá estão concentradas várias lojas de roupas, calçados entre outras lojas.  Comprei o que precisava e segui pela Lower Liffey Street. Passei novamente pelo Temple Bar e voltei para a Lord Edward Street.

Passei pelo Dublin Caslte, mas infelizmente vi metade dele pelo lado de fora, a visita ficará para uma próxima.
Voltei para casa feliz por ter aproveitado bem o dia. Adoro caminhar e hoje andei muito e por pequenas ruas que não conhecia. Dublin é uma cidade fantástica e ainda há muito a conhecer!

Beijos!

Você Sabia? (parte I)

A Irlanda, como qualquer outro país tem suas particularidades. Resolvi juntar algumas e chamá-las de curiosidades.  A cada semana que descobrirmos algo diferente no país, vou separar para postar no blog.
Segue as curiosidades desta semana:
 - Não se pode beber cerveja pelas ruas de Dublin. Ou você bebe em um pub ou dentro de casa, mas andando na rua com uma latinha ou garrafa de cerveja, jamais! É proibido mesmo.
- Nos supermercados as bebidas alcoólicas são vendidas até as 21h00. Depois disso, nem por suborno!
- Procuramos até cansar e chegamos a conclusão de que não existem saboneteiras em Dublin (essa linha é dedicada a Clarissa, que tem como sonho encontrar um lugar para guardar seu sabonete aqui)
- Se você for ao supermercado pensando em utilizar um carrinho de compras, separa 1,00 para pagar por ele. Há um sistema de travas que libera o carrinho só quando você deposita a moeda, mas se tiver sorte como eu, encontrará um carrinho solto em algum lugar.
- Sacolas plásticas? Nem pensar! Só se for a ecológica, caso contrário você terá que pagar 0,27 cada uma.
- O mercado Ldil não aceita o cartão VTM. Se forem as compras, levem dinheiro ou cartão de algum banco irlandês.
- Não existe cobrador e nem troco nos ônibus irlandeses. Você deposita a quantia certa da passagem em uma “caixinha”, diz ao motorista o valor da passagem e ele emite um ticket. Você senta e guarda o ticket até descer, porque a qualquer momento um fiscal pode entrar no ônibus e solicitá-lo a você. Se você depositar na “caixinha” o valor superior ao da passagem, você não receberá o troco. Será emitido um vale troco junto a sua passagem. Esse vale deverá ser trocado por dinheiro no escritório do Dublin Bus.
- Aqui você recebe 0,01 de troco! Custou 9,99 e você deu 10,00? Jamais te voltarão balinha ou te olharão com cara de “ta certo!”. Eles voltarão com a nota da compra SEMPRE 0,01 de troco.  Tenho várias moedas...
Por enquanto é só!
Beijos!

10 de fevereiro de 2011

Jogo Brasil e França e... saudades dos meus amigos!

Olá pessoal, tudo bem?
Hoje foi a primeira vez que sai para ir a um pub, por incrível que pareça! Fui assistir o jogo no pub Australiano (que na verdade tem um outro nome, mas que não faço idéia!).
Foi bem divertido, embora a derrota ridícula do Brasil. Fui com as meninas que moram comigo e lá encontramos alguns amigos da escola.
A parte mais engraçada foi quando falei com um irish que estava na mesa perto da nossa, que jurou que no Brasil ele torce para o Palmeiras (ele nem deve saber o que é isso...) e um polonês maluco que queria que eu assistisse o jogo da Polônia e Escócia, só porque eu perguntei se a mesa ao lado estava vaga, fala sério!
Enfim, fiquei no pub por pouco tempo depois do jogo e vim para casa com uma das meninas. Duas delas ficaram para curtir um pouco mais a noite. Na verdade voltei porque estava tocando pagode e sertanejo.
Estou a um oceano de distancia do Brasil e vou ficar num pub irish com nome de “Australiano” ouvindo pagode e sertanejo? Demais, né?
Beijos e sempre saudades de todos!
PS: tive uma crise de saudades dos meus amigos quando estava me trocando. Era como se eu fosse encontrar todos onde eu estivesse indo, mas ai me lembrei que estou a um oceano de distância deles. Chorei um téco de saudade, mas tudo bem! Eu tenho todos os meus amigos sempre comigo! Isso é fato! Amo vocês!
Segue algumas fotos no pub!




Até que enfim primeiro dia de aula!

Data: 08/02/2010
Beijos e saudades de todos!

Hoje assisti a primeira aula do curso. Acho que estou avançada para o nível que fui selecionada, mas enfim, vamos que vamos. O objetivo continua o mesmo: aprender.
A nossa professora é irish e fez um bom trabalho com a sala. Posso entende-la com  muita facilidade e as aulas são bem interativas, o que é muito importante. A única coisa chata é que ainda estou no horário da tarde.
Ainda estou sem internet, logo darei mais notícias.
Hoje o dia foi tranquilo, com muito frio só para variar um pouco, sem muitas novidades!

Primeiro dia depois da mudança e carteirinha da Trinity College

Data: 07/02/2010
Com as coisas organizadas em casa, hoje seria o meu primeiro dia de aula. Como havia citado em um post anterior, meu horário de aula é das 13h as 17h, é claro que não foi um horário escolhido por mim.
Acordei cedo hoje, fui até a escola conversar com alguém a respeito da transferência para a turma da manhã. Preenchi um formulário dizendo que assim que houver vaga, eles efetuarão a minha transferência.
Insisto em mudar de horário por motivos de trabalho. Não pretendo trabalhar a noite e acredito que conseguir um emprego na parte da manhã também não é nada fácil. Enfim, vamos aguardar para ver no que dá.
Hoje não assisti a minha primeira aula. Fui resolver os problemas da imobiliária, assinar contrato, etc porque hoje era o prazo final para tudo isso.
Amanhã estarei na minha primeira aula. Acredito que terei uma opinião formada pela escola dentro de uma semana, é o suficiente para entender os métodos e o professor. Assim que estiver com as conclusões, postarei aqui para vocês.
Aproveitei o dia e fui até a Trinity College para fazer minha carteirinha de estudante. Com ela tenho descontos em redes de fast food, transportes dentro da Irlanda e meia entrada em cinemas, shows, teatros e outros eventos.
A carteirinha custa € 15,00 e é confeccionada na hora. Basta preencher um formulário na sua escola de inglês e levá-lo assinado e carimbado até a Trinity College.
Amanhã cedo, antes da aula começarei (pessoalmente, porque já iniciei essa atividade pela internet a semana passada) a procurar emprego. Essa será a próxima etapa a concretizar!
Um abraço!
Obs. para o Xéu: hoje vi uma pessoa fumando cigarro de palha, adivinha de quem me lembrei na hora??? Saudades!!!

Acomodações, dicas e home sweet home!

Data: 06/02/2010
Olá pessoal!
Demorei um pouco para escrever porque, até que enfim, consegui me mudar! Estou em um apartamento muito bom e com quatro amigas que já conhecia antes de sair do Brasil.
O apartamento é espaçoso para cinco pessoas e estou muito feliz pela companhia das meninas e por ter tirado todas as minhas coisas da mala, podendo assim organizá-las em um armário de roupas.
Um conselho amigo para quem vem a Dublin referente acomodação: quando comecei a pesquisar a viagem, me informaram (várias pessoas), que encontrar acomodações aqui era a coisa mais fácil do mundo e que em uma semana você teria onde ficar. Mas não é.  Prestem bem atenção nisso: não é tão simples assim!
Encontrar uma acomodação com pessoas de vários países também não é fácil. Há muitos brasileiros em Dublin e a maioria das casas com vagas livres são na companhia de brasileiros. Mas um conselho legal é: estenda a sua amizade com outras pessoas, além daquelas com a sua nacionalidade, porque você vai acabar conhecendo algum brasileiro em algum canto de Dublin. Isso não é ruim, nós brasileiros somos muito prestativos e aqui tivemos muita ajuda de brasileiros e sou grata a cada um deles!
O que quero dizer é que, para que você não passe um ano da sua vida falando português em um país de língua inglesa e que recebe estudantes de todo o mundo, seja aberto a novas amizades com outras nacionalidades também. Não tenha medo de se expressar em inglês, estão todos aqui para aprender também.
Voltando as acomodações, há vários fatores que você precisa se preocupar, mas um principal no meu ponto de vista é a localização e higiene da casa. Claro, as pessoas com quem você vai dividir o seu espaço também, mas isso é o tempo que vai lhe dizer.
Não feche acomodações sem visitá-las antes! Muitas pessoas saem do Brasil com acomodações fechadas (sem ser com a escola), chegam aqui e se deparam com algo desagradável. Há lugares e lugares. Mesmo acomodações oferecidas pelas escolas devem ser pesquisadas. Algumas pessoas que conhecemos não se sentiram bem em acomodações oferecidas pela escola. Pesquisem muito, é a coisa certa a fazer.
Conseguimos nos mudar por sorte no ultimo dia de acomodação paga. Hoje terminamos de assinar o contrato com a imobiliária. Alugar um imóvel é uma das melhores opções, se você não estiver sozinho. Você pode montar sua própria republica, assim como nós fizemos.
Se você conhece uma galera legal no Brasil que vem para Dublin na mesma época que você, combinem de locarem juntos um apartamento ou uma casa, é a melhor opção. Foi o que aconteceu conosco. Estamos em um lugar próximo a escola e ao centro de Dublin, o que nos possibilita fazer tudo que precisamos on foot, ou seja, economizamos no ônibus (que teve a tarifa alterada hoje para € 1,65!!).
Localização também é fundamental. Você precisa focar a escola, pois será o caminho que você fará por no mínimo seis meses. Verifique se estará próximo a ruas ou avenidas com linhas de ônibus ou Luas, mercados e farmácia.
Como eu havia dito, estamos a quinze minutos do centro e a quinze minutos da escola. No caminho há tudo que precisamos, tem até pontos turísticos como a Catedral de St. Pratrick’s e a Christchurch (mas isso é relevante, hehe).
Outra dica mega importante antes de locar um imóvel, é a localização dos bairros. Dublin é dividida pelo rio Liffey, formando assim lado norte e o lado sul da cidade.
Do lado sul estão os bairros de número par e do lado norte estão os bairros de número impar. Portanto não caia naquela de que Dublin 8 é ao lado de Dublin 9, eles estão bem distantes um do outro. E Dublin 8 está mais próximo de Dublin 12 do que Dublin 11.
Para ficar mais fácil de entender essa divisão, segue abaixo um mapa com os bairros numerados:

Bom, ficam as dicas!
Abraços!

5 de fevereiro de 2011

Um dia de turista...

Hoje chove, mas o vento forte e cruel deu uma trégua. Mesmo assim tiramos o dia para visitar um ponto turístico próximo a nossa casa, a Guinness Storehouse.
Pagamos € 15,00 para entrar. Achei caro, pois o ponto mais interessante do lugar é o Pub que fica no alto da fábrica. As laterais são todas de vidro, com uma vista incrível de Dublin.
Na entrada eles entregam um ticket que pode ser trocado por um copo de Guinness no pub.

Bebemos nosso copo que foi brinde e depois fomos jantar em um restaurante italiano que fica no Temple Bar. Como está chovendo sem parar e um ar gelado, viemos para casa depois do restaurante.
Ah! Saindo da Guinness e seguindo o caminho até o ponto de ônibus, um irish infeliz passa com seu carro infeliz (na contra mão!!!)  em uma poça de água infeliz e espirra toda a água em mim! Que vontade de matar o... infeliz!!!!!!!!
Enfim...
Hoje a festinha é na casa que moramos!
Bjus!

Mais um dia de chuva...

Hoje, só para variar um pouco o dia está nublado e chuvoso (e foi assim praticamente o dia todo).
Na parte da manhã, fui a escola fazer a prova de nível, minhas aulas começam na próxima segunda-feira. E o que mais odiei, será na parte da tarde. Mas vou ver um jeito de mudar isso.
Saímos da escola e fomos ver um apartamento no centro de Dublin.  Na verdade, não conseguimos chegar até o apartamento, era longe de tudo. Deixamos a idéia deste apartamento de lado e fomos terminar de fazer nossas compras. Na volta, tínhamos mais duas casas para visitar.  Vou falar mais sobre isso em outro post.
Aproveitamos a ida até o centro e compramos mais algumas coisas que faltava para o kit de sobrevivência. Eu precisava de uma bota e fui atrás de uma.
Entrei na loja, toda feliz e pedi meu número lindo: 34. A vendedora irish, olhou bem para minha cara e disse: “Não temos calçados como este para você. É um numero infantil.” Ela poderia ter ficado quieta, mas continuou “Você tem um pé muito pequeno!!”. Até na Europa?? Fala sério!
Na verdade não existe meu número na Europa, o que eu acho um absurdo!!! Estamos falando do meu pesinho!
Abaixo o quadro de roupas e calçados existentes:
Calçados femininos:

UK
3
4
5
6
7
8
9
Brasil
33
35
36
37
39
41
42
EUA
5
6
7
8
9
10
11


Roupas femininas:

UK
6
8
10
12
14
16
18
20
Brasil

34
36
38
40
42
44
46
EUA
4
6
8
10
12
14
16
18

Roupas Masculinas:

UK
36
38
40
43
44
46
48
50
Brasil
46
48
50
52
54
56
58
60
EUA
36
38
40
42
44
46
48
50


Encontramos uma loja que vende calçados baratos, o nome é Simon Hart, não sei se é por causa da mudança de estação, mas havia muita coisa em promoção.
Outra loja de roupas com preços ótimos é a Noname, praticamente uma Marisa, mas com roupas bem baratas e com muitas promoções, como três itens por € 25,00 e assim vai!
Agora chega de compras!
Abraços!
Fotos: caminho de casa para a escola